Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


     Às vezes parece que tudo adormece, diminui de intensidade e até chego a pensar: "Será que sinto isto? Ou será que foi tudo fruto da minha imaginação?". E depois, bastante uma fracção de segundo para perceber que está tudo aqui. Não é imaginação. É bem real... Não queria que assim fosse, nunca quis. Mas há coisas que não controlamos, e que quando damos por elas já aconteceram. E por mais que tentemos não há como dar-lhes a volta.

     Os sentimentos de estupidez, inutilidade e parvoíce assolam-me muitas vezes. Mas que culpa tenho eu?

     E no fim de contas "o que mais me dói é saber que eu e tu nunca seremos nós"...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado às 20:22


1 Comentário

Imagem de perfil

Rita a 24.12.2011

Olha, cá para mim o eu nunca seremos nós porque já estás a partir derrotada! Quem sabe!? Vai à luta!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Sobre Mim

foto do autor


25 anos
(quase) Veterinária
Este é o meu diário online que me acompanha desde 2011.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D